Uma multinacional portuguesa do setor metalomecânico vai investir, até final do ano, quatro milhões de euros numa nova fábrica em Viana do Castelo que deverá criar 30 novos empregos, anunciou hoje fonte do grupo.

«A Dexter Technologies SA, empresa metalomecânica, participada pela multinacional portuguesa AELUS e por capitais espanhóis, inaugurará a sua unidade industrial no último trimestre de 2014 no parque empresarial de Lanheses», lê-se no comunicado do grupo a que a Lusa teve acesso.

De acordo com as previsões da empresa, inicialmente a fábrica irá criar 30 postos de trabalho «nas áreas da engenharia financeira e operacional, os quais irão crescendo com o aumento esperado da atividade da fábrica».

A indústria avançada de metalomecânica de Viana do Castelo estará vocacionada para a «fabricação e prestação de serviços de montagem e operação e manutenção, formação profissional Dual, recrutamento especializado na área industrial e investigação e desenvolvimento».

A empresa exportadora das áreas das energias renováveis, da indústria naval e metalomecânica, pretende ainda «servir as empresas tanto da região, como do território nacional».

A nova unidade será instalada no mesmo parque empresarial onde, desde 2006, estão a laborar parte das fábricas que o grupo alemão Enercon, do setor da energia eólica, construiu no concelho.

O projeto de Viana do Castelo, adianta o grupo, «contará com o suporte de empresas especializadas», como a «GENE Energy, Open Space, Partners4Life e ParallePlanes».

O investimento já tinha sido anunciado o mês passado pelo presidente da Câmara de Viana do Castelo, mas sem revelar o nome do grupo.

Na ocasião, José Maria Costa adiantou que a esta multinacional beneficiará do regime de incentivos ao acolhimento empresarial e turístico e à regeneração urbana, que se traduz na isenção total do pagamento das taxas devidas pelo licenciamento da nova unidade.

O autarca socialista referiu ainda que o município acompanhará este projeto de investimento, nomeadamente «através da agilização do processo de licenciamento».

A formação de técnicos especializados nas áreas de soldadura, serralharia mecânica e eletricidade é uma das apostas da unidade de Viana do Castelo que será dotada de salas de formação e espaços de formação prática.

«Após a formação, os novos técnicos poderão ser incorporados na atividade da DEXTER ou encaminhados para outras empresas nacionais e internacionais».