A União Europeia emitiu esta terça-feira 2,6 mil milhões de euros em dívida a dez anos que servirá para transferir a última tranche do empréstimo europeu para a Irlanda e a penúltima para Portugal.

A emissão de dívida, realizada pela Comissão Europeia através do mecanismo europeu de estabilidade financeira (o fundo ligado ao orçamento comunitário que contribui com um terço do empréstimo a Portugal), servirá para transferir então 1,8 mil milhões de euros para Portugal, o que será a penúltima tranche do empréstimo a Portugal.

A décima primeira avaliação do programa português ainda não foi aprovada pelos parceiros europeus, nem pela administração do Fundo Monetário Internacional (FMI), o que se prevê que aconteça no início de abril no caso europeu, e em meados de abril no caso do FMI.

Esta dívida servirá também para financiar a última tranche do empréstimo à Irlanda, que terminou o seu programa de resgate no final do ano passado. A Irlanda recebe, assim, cerca de 800 milhões de euros.

Os 78 mil milhões de euros de empréstimo contratados em maio de 2011 por Portugal aos parceiros internacionais na sequência do pedido de ajuda externa são financiados em um terço por este mecanismo da União Europeia, em outro terço pelo fundo de resgate da zona euro (Fundo Europeu de Estabilidade Financeira) e o restante pelo Fundo Monetário Internacional.