A rede social Twitter anunciou quinta-feira à noite a intenção de entar na Bolsa norte-americana, através de uma mensagem colocada na página oficial do Twitter.

«Nos preenchemos um formulário confidencial junto da autoridade bolsista norte-americana (SEC), com vista à nossa entrada na Bolsa», indica a mensagem, que acrescenta: «Agora, regressamos ao trabalho».

A iniciativa do Twitter surge depois de o Facebook, outra das principais redes sociais do mundo, ter entrado na Bolsa, após uma aposta de sucesso na internet e nas novas tecnologias.

O Twitter preparou-se nos últimos meses para o seu lançamento em Bolsa, através de uma forte campanha de publicidade ligada aos aparelhos móveis e á internet.

Com esta campanha, o objetivo do Twuitter é evitar uma entrada em Bolsa igual á do Facebook, que foi desastrosa, marcada por problemas tecnológicos que perturbaram a sua cotação inicial.

O patrão do Twitter, Jack Dorsey, tem a ideia de lançar um serviço de mensagens com um máximo de 140 caracteres, através dos telefones portáteis, enquanto prepara outras inovações no serviço juntamente com os outros co-fundadores Biz Stone et Evan Williams.

O Twitter foi lançado em 2006 e não parou mais de crescer.