O PSI-20 encerrou a sessão desta quarta-feira a tombar 2,1%, para os 5.394,84 pontos, mais do que as pares europeias que também acumularam perdas.

O setor da banca foi o grande responsável pelo trambolhão do índice: o BCP derrapou 5,8%, no 0,09 euros, enquanto o BPI depreciou 5,2%, nos 1,43 euros por ação.

Também foi um dia mau para a Mota-Engil, que caiu 3,1%, fixando o preço das ações em 4,35 euros.

No setor da energia, mais perdas: a Galp caiu 2%, com as ações a valer 1,96 euros. A EDP caiu menos, 0,6%, nos 3,29 euros por ação.

Destaque também para a PT, que caiu 1,3%, para 1,63 euros, no dia em que se soube que Zeinal Bava abandonou a presidência da brasileira Oi. A informação foi veiculada pela própria empresa.

Na praça de São Paulo, a brasileira já caiu mais de 5%, esta quarta-feira.

Na Europa, as principais praças também tiveram um dia vermelho, mas com perdas abaixo de 1%. Paris caiu 0,97%, Frankfurt e Madrid desceram 0,8%, Milão depreciou 0,6% e Londres, em contraciclo, ganhou ligeiros 0,03%.