A bolsa nacional arrancou a semana a valorizar, animada pelas subidas do sector das telecomunicações, no dia em que se espera pela decisão da Autoridade da Concorrência sobre a proposta de fusão entre a Zon Multimédia e a Optimus.

O índice PSI20 soma 0,06% para 6.013,87 pontos, numa Europa indefinida. Milão perde 0,62% mas Paris sobe 0,04%, Madrid avança 0,17% e Frankfurt valoriza perto de 0,2%, perante a expectativa de que a divulgação de dados económicos desapontantes nos EUA possa levar a Reserva Federal (Fed) a adiar a retirada de estímulos.

Além disso, o setor das matérias-primas está a beneficiar da subida do preço dos metais e do petróleo. Ainda que, a praça italiana esteja a aproveitar para realizar tomada de mais-valias, depois de duas sessões de ganhos na semana passada.

A nível doméstico, em Lisboa, a Sonaecom sobe 0,83% para 1,821 euros, nesta segunda-feira que marca a data limite para a AdC tornar pública a sua posição sobre a fusão com a Zon. Ambas as empresas estão convictas que o regulador vai dar luz verde à operação.

Ainda no setor, a Portugal Telecom (PT) avança 0,66% para 2,889 euros.

Também a Galp trepa 0,39% para 12,850 euros.

Do lado das quedas, o BPI perde 0,89% para 1,000 euros e o BES recua 1,11% para 0,890 euros.