Conforme referiu a empresa em comunicado, “a desaceleração do preço do petróleo pode durar vários anos e as previsões de planos da Shell refletem a realidade atual do mercado”.

Recorde-se que no início do ano, a Shell revelou a intenção de comprar a rival britânica BG Group, por 67 mil milhões de euros.

Devido ao excesso de oferta, o preço do petróleo tem vindo a perder o seu valor.

Neste momento, o barril de Brent, petróleo que serve de referência às importações nacional está a subir 0,43% para 53 dólares por barril.