O Santander Totta emitiu esta terça-feira 1.000 milhões de euros em obrigações hipotecárias com um prazo de três anos e cupão anual de 1,5%, tendo a oferta superado a procura em 2,7 vezes, divulgou o banco em comunicado.

Esta emissão de títulos garantidos por hipotecas teve os bancos Crédit Agricole, BNP Paribas, Bank of America, Merryll Lynch, Unicredit e Santander como responsáveis pela colocação e foi feita com um ¿spread¿ de 88 pontos base.

«O spread inicial estava marcado a 100 pontos base, mas face ao nível da procura, 2,7 vezes superior à oferta, foi acertado a 88 pontos base, sendo esta a primeira emissão de bancos portugueses a três anos, com spread abaixo dos 100 pontos base, depois do pedido de resgate por parte de Portugal», destacou o banco em comunicado.

Para o presidente do Totta, Vieira Monteiro, citado na nota de imprensa, esta emissão foi um «sucesso» o que demonstra de «de forma muito positiva o processo de retoma da economia portuguesa e da capacidade de Portugal regressar aos mercados».

Além disso, afirmou, «reforça o posicionamento e competitividade do Banco Santander Totta no apoio às empresas e famílias portuguesas».

Em 2013, o Santander Totta teve lucros de 102 milhões de euros, menos de metade do que o resultado superior a 250 milhões de euros registado em 2012.

A descida significativa do lucro anual do Santander Totta é, em boa parte, explicada pela operação extraordinária efetuada em 2012, ano em que o banco vendeu, no verão, o risco da carteira de seguros Vida à Abbey Life, uma subsidiária do Deutshce Bank, numa operação avaliada em 150 milhões de euros.

Sem este negócio, o resultado recorrente de 2012 seria de 115 milhões de euros, mais próximo do lucro de 102 milhões de euros apurados em 2013.