O Santander anunciou esta quarta-feira a emissão de 1,5 mil milhões de euros de obrigações contingentes convertíveis em ações (Coco¿s), destinadas exclusivamente a investidores institucionais.

Em comunicado enviado ao regulador do mercado, o banco espanhol liderado por Emilio Botín esclarece que a emissão será feita mediante um processo de colocação acelerada.

A entidade acrescenta que divulgará os termos desta emissão assim que estes sejam fixados.

O banco Santander realizou na segunda-feira um road-show dirigido a investidores para sondar o mercado antes de efetuar esta colocação.

Este tipo de títulos são utilizados essencialmente pelos bancos para reforço de fundos próprios, uma vez que este tipo de dívida beneficia os rácios de capital.

O anúncio da operação acontece depois da agência de notação Moodys ter aumentado na terça-feira a nota de qualificação dos bancos espanhóis Santander e BBVA.

A nota do Banco Santander passou para Baa1 e a do BBVA para Baa2, devido à capacidade das duas entidades absorverem perdas apesar da «atual pressão que existe no setor sobre a qualidade de ativos».