​A PT SGPS convocou esta quinta-feira os acionistas para uma assembleia geral marcada para o dia 12 de janeiro, a partir das 15:00.

A informação foi veiculada pela empresa em comunicado enviado à Comissão de Mercado e Valores Mobiliários.

A reunião magna tem como único ponto apreciar a venda da totalidade do capital social da PT Portugal à francesa Altice, depois de, a 09 de dezembro, a Oi ter oficializado a venda da PT à francesa, faltando agora o sim dos acionistas, essencial para o negócio se concretizar.

A Altice anunciou a 30 de novembro que aumentou a oferta para a compra da PT Portugal em 375 milhões de euros, para 7.400 milhões, tendo entrado em negociações exclusivas com a Oi. 

A oferta vinculativa do grupo francês, que assinou um memorando de entendimento com os CTT – Correios de Portugal, é «totalmente financiada» e valoriza «a Portugal Telecom em 7,4 mil milhões de euros em dinheiro e sem dívida», incluindo 500 milhões de euros relativos à geração futura de receitas da empresa, segundo a Altice. 

Na outra frente, continua a batalha em torno da oferta pública de aquisição da Terra Peregrin à PT SGPS. A empresa de Isabel dos Santos já veio acusar a PT SGPS de deslealdade para com os acionistas, depois da administração da cotada ter considerado que o prémio oferecido no âmbito da OPA não reflete o valor intrínseco da empresa.

A Terra Peregin oferece 1,2 mil milhões de euros pela PT SGPS, uma contrapartida de 1,35 euros por ação.