Foi a poucos minutos de encerrar a bolsa de Lisboa que a PT chegou a disparar 7%, com a informação de que a Telecom Italia está a analisar a eventual compra da brasileira Oi. A Telecom portuguesa encerrou a trepar 6,1%, nos 1,78 euros por ação.

Foi esta subida que permitiu ao PSI-20 abrandar a queda, que se ficou por 0,08% nos 5.818,13 pontos.

O peso pesado BCP esteve toda a sessão a pressionar o índice, ao tombar 5,4% nos 0,10 euros por ação. A Jerónimo Martins também pertence às cotadas que mais caíram: 2,1%, com as ações a valer 9,35 euros.

No setor da energia, a EDP desceu 0,2%, fixando o preço das ações em 3,39 euros. A Galp teve uma subida de 0,7%, nos 13,16 euros por ação.

Destaque ainda para o BPI, que trepou 2,8% nos 1,61 euros.

Na Europa, as principais praças encerram no vermelho, com os receios de uma eventual subida das taxas de juro pela Reserva Federal norte-americana e também com os receios devido ao referendo que acontece esta semana, na Escócia.

Paris, Frankfurt e Madrid perderam 0,4%, Londres e Milão desceram 0,3%.