A PT foi a estrela da sessão desta segunda-feira na Bolsa de Lisboa, ao trepar 4,8% nos 1,63 euros, num dia em que o PSI-20 encerrou a cair 0,25% para os 5.537,71 pontos.

A subida deve-se aos rumores de que a PT pode ser vendida à Altice, grupo francês que controla a Oni e a Cabovisão. A cotada beneficiou ainda das notícias que dão conta que a Telecom Italia terá contratado o Bradesco para assessorar a compra da Oi.

A Nos também encerrou a sessão a ganhar, mas ligeiros 0,11%, nos 4,87 neuros por ação.

A maior queda pertenceu ao Banif, que tombou 3,8%, fixando o preço das ações em 0,001 euros. Já o BCP desceu 1,9&, nos 0,0998 euros por ação, enquanto o BPI depreciou 0,3%, nos 1,56 euros.

O setor da construção também teve um mau desempenho: a Teixeira Duarte desceu 3,3%, fixando o preço das ações em 0,85 euros. Já a Mota-Engil depreciou 1,9%, para os 4,71 euros.

Na energia, a EDP caiu 0,3%, nos 3,34 euros, mas a Galp subiu 0,4%, com cada ação a valer 12,28 euros.

Na Europa, as principais praças encerraram num sentimento misto. Do lado das perdas, Milão caiu 0,4% e Frankfurt desceu 0,1%. Do lado dos ganhos, destaque para Paris, que subiu 0,1%, Londres ganhou 0,4% e Madrid apreciou 0,6%.