O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI20, seguia esta segunda-feira em ligeira subida, numa Europa igualmente em alta, com as ações da EDP e da Jerónimo Martins a puxarem pelos ganhos.

O PSI20 seguia a subir 0,45% para 6.378,77 pontos, mantendo a tendência da abertura da sessão, com 14 empresas, duas inalteradas e quatro negativas.

A liderar os ganhos seguiam as ações da Mota Engil, com ganhos de 1,56% para 3,976 euros, seguido do Banif, com uma subida de 1,32% para 0,007 euros.

Entre os pesos pesados, os destaques eram da EDP e da Jerónimo Martins, que avançavam 1,01% e 0,95% para 2,8 e 14,9 euros, respetivamente.

Do lado das perdas, o destaque é da Semapa e da REN, que seguiam a recuar 0,86% e 0,44% para 7,72 e 2,26 euros.

Lisboa seguia a acompanhar a tendência das principais bolsas europeias, que abriram hoje em alta, sustentadas pela assinatura do acordo nuclear de Genebra entre os cinco membros do conselho de Segurança da ONU e a Alemanha e o Irão.

Além da assinatura do acordo de Genebra que prevê uma suavização das sanções impostas pelo Ocidente ao Irão pelo menos durante seis meses em troca de uma limitação do programa nuclear iraniano, os investidores aguardam pelo leilão da Alemanha de 3.000 milhões de euros em dívida a um ano.

Os investidores também vão estar atentos à divulgação nos Estados Unidos de um relatório sobre os contratos de promessa de compra de casas.

No mercado cambial, o euro abriu hoje em baixa no mercado de divisas de Frankfurt, a cotar-se a 1,3539 dólares, abaixo dos 1,3548 do encerramento de sexta-feira.

O barril de petróleo Brent para entrega em janeiro abriu hoje em baixa, a cotar-se a 108,25 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, menos 2,80 dólares do que no encerramento da sessão anterior.