As quedas dos pesos-pesados do índice PSI20 levaram a bolsa nacional a fechar no «vermelho» acompanhando o movimento de descida das pares europeias, perante o regresso das tensões geopolíticas na Ucrânia, tendo a 'yield' subido ligeiramente, avança a Reuters.

O índice PSI20 fechou com uma descida de 0,57 pontos para 5694 pontos, com 12 títulos em queda e 61,4 milhões de euros negociados na NYSE Euronext Lisbon.

As retalhistas Sonae e Jerónimo Martins desceram 2,33 pontos e 0,81 pontos para, respetivamente, 1,133 euros e 10,445 euros.

Pressão adicional da EDP que desceu 1,35 pontos para 3,512 euros e da Portugal Telecom a recuar 1,59 pontos para 1,361 euros.

Já o Milennium BCP fechou inalterado em 0,0925 euros.

A taxa de juro das Obrigações do Tesouro portuguesas a 10 anos subiu três pontos base para 3,27 pontos, depois de várias quedas fortes.

Europa negativa com regresso da tensão Ucrânia

As principais bolsas europeias fecharam no «vermelho», com quedas de até 0,93 pontos em Paris, a sofrer com o regresso da tensão política entre a Ucrânia e a Rússia, apesar da expectativa de que a Reserva Federal dos EUA continue a manter a taxa de juro em mínimos.

No mercado cambial, o euro deprecia-se 0,4 pontos face ao dólar, em 1,3229 dólares.

Os preços do petróleo seguem em queda nos mercados internacionais, estando o Brent, em Londres, a descer 0,46 pontos para 102,15 dólares e o do Nymex, em Nova Iorque, a recuar 0,98 pontos para 93,03 dólares o barril.