"O mercado está com falta de volume e vai continuar a perdê-lo até ao final da semana de negociação, que será quinta-feira", disse João de Deus, corretor da Dif Broker, citado pela Reuters.












"O novo contrato de distribuição com a Vodafone vai permitir à Impresa beneficiar do crescimento do 'pay-tv' em Portugal, pelo menos durante os três anos de duração do contrato", afirmou Pedro Oliveira, analista do BPI.