O PSI-20 encerrou a primeira sessão da semana a tombar 2,78%, para os 4.691,33 pontos, em linha com o desaire das bolsas europeias, que começaram a sessão a recuperar das fortes perdas dos últimos dias.

Milão desceu 2,81%, Frankfurt depreciou 2,57%, Paris desceu 2,52%, Madrid perdeu 2,26% e Londres deslizou 1,67%.
É já a sexta sessão consecutiva em que o PSI-20 fecha a negociar em terreno negativo. Apenas o Banif terminou a sessão no verde, a ganhar 1,6%, nos 0,007 euros.

A Mota-Engil foi a cotada que mais perdeu, 5,7%, fixando o preço das ações em 2,59 euros.

No setor da banca, as perdas também se acumularam: o BPI deslizou 4,5%, para os 1,25 euros, enquanto o BCP depreciou 2,8%, com cada título a cotar a 0,08 euros.

Também a PT não foi exceção, fechando a tombar 3,7%, para os 1,06 euros.

No setor da energia, a EDP depreciou 3,5%, nos 3,10 euros, enquanto a Galp desceu 3,5%, para os 8,03 euros.