Depois de Portugal ter ido a mercado, através da emissão de dívida de curto prazo, a bolsa de Lisboa encerrou a ganhar 0,8%, para os 7.125,02 pontos.

O setor da banca teve um comportamento misto, enquanto o BES avançou 1,3%, para os 4,70 euros e o BPI trepou 1,5%, com cada ação a valer 3,96 euros, o BCP caiu 0,3% para os 0,19 euros.

Destaque também para a PT, que subiu 0,9% para os 3,59 euros. A EDP ganhou 0,7%, com cada ação a valer 2,85 euros.

Fora do PSI-20, os CTT fecham hoje a trepar 5,4%, para os 6,25 euros por ação, depois de notas dos bancos de investimento terem estabelecido uma média de preço-alvo de 7,12 euros por ação.

Na Europa, Frankfurt registou a maior subida, ao avançar 2,03%. Milão ganhou 1,6%, Madrid e Paris subiram 1,4% e Londres ganhou 0,8%.