A crise nos mercados emergentes, associada à retirada de estímulos por parte da Reserva Federal dos EUA, estão a pressionar a abertura nos mercados financeiros, com as bolsas europeias todas no vermelho.

Portugal não é exceção: o PSI-20 deprecia 0,8%, para os 6.728,38 pontos, com o setor da banca a pressionar. O BCP tomba 2,2%, fixando o preço das ações em 0,17 euros, o BES derrapa 1,6%, com cada ação a valer 1,14 euros e o BPI desce 1,4%, para os 1,52 euros por ação.

Também a Jerónimo Martins está a pressionar o índice, ao descer 0,7% para os 12,96 euros. A EDP desce 0,3%, para os 2,78 euros.

Na Europa, Madrid perde 0,6%, Paris desce 0,5%, Milão deprecia 0,4%, Londres cai 0,2% e Frankfurt perde ligeiros 0,05%.