O PSI-20 encerrou a sessão a ganhar ligeiros 0,31%, para os 5.185,50 pontos, com 12 cotadas no verde. Os fortes ganhos das construtoras não foram suficientes para reforçar os ganhos do índice nacional: a Mota-Engil trepou 5,1%, nos 4,05 euros por ação, enquanto a Teixeira Duarte ganhou 4,7%, nos 0,81 euros.

No setor da banca, os ganhos foram ligeiros, com o BCP a avançar 0,98%, nos 0,09 euros por ação. O BPI ganhou ligeiríssimos 0,1%, fixando o preço dos títulos em 1,53 euros.

O setor da energia travou maiores ganhos, com a Galp a cair 0,2%, nos 11,35 euros por ação. A EDP depreciou 0,6%, com cada título a custar 3,32 euros.

A PT perdeu 1,8%, para os 0,99 euros, uma queda ligeira, comparando com os tombos dos últimos três dias.

Esta terça-feira a Comissão de Mercado e Valores Mobiliários decidiu estender a proibição das vendas a descoberto das ações da cotada até 23:59 desta quinta-feira.

Na Europa, hoje o dia foi de ganhos generalizados, se bem que não foram muito além de 1%.Milão foi a praça que mais ganhou, 1,1%, seguindo-se Madrid, que subiu 0,9%, Paris e Frankfurt avançaram 0,6% e Londres ganhou 0,4%.