O PSI-20 encerrou a sessão a trepar 2,62%, para os 5.169,34 euros, com 16 cotas no verde.

O setor da banca ajudou a impulsionar o índice, nomeadamente com a subida de 9,6% do BCP, cujas ações valem agora 0,09 euros. Também o BPI apreciou 5,5%, nos 1,53 euros por ação.

Destaque também para as construtoras: a Teixeira Duarte, ganhou 8,4%, fixando o preço das ações em 0,76 euros. A Mota-Engil ganhou 3,97%, para os 8,35 euros.

No setor da energia, a EDP apreciou 2,4%, para 3,34 euros. A Galp subiu mais, 3,4%, com as ações a valer 11,37 euros.

Abaixo da linha de água continua a PT, que tombou 8,2%, fechando a negociação com os títulos a valer um euro. Recorde-se que esta segunda-feira a Comissão de Mercado e Valores Mobiliários decidiu proibir a venda a descoberto das ações da PT, devido ao tombo na bolsa. A PT chegou a cair 27,5%.

Na Europa, hoje o dia também foi de ganhos, acima de 1%: Milão trepou 2,8%, Madrid e Paris subiram 2,3%, Frankfurt apreciou 1,7% e Londres ganhou 1,5%.