O PSI-20 fechou a semana a cair 0,69% para os 5.142,25 pontos, arrastado pelo pessimismo das pares europeias.

O setor da banca foi o que mais contribuiu, em Lisboa, para os resultados negativos: o BCP derrapou 5,7%, para os 0,08 euros por ação, enquanto o BPI perdeu 2,8%, fixando o preço das ações em 1,44 euros.

Destaque ainda para a PT, que depreciou 2,6%, com os títulos a valer 1,22 euros, em contra-ciclo com a NOS, que ganhou 1,5%, nos 4,74 euros por ação.

A Mota-Engil tombou 2,6%, fixando o preço dos títulos em 4,20 euros. Já os CTT desceram 1,9%, nos 7,63 euros.
Do lado dos ganhos, destaque para a REN, que trepou 1,7%, para os 2,44 euros. A empresa apresentou resultados dos primeiros nove meses do ano esta quinta-feira, depois do fecho do mercado. Os lucros não passaram dos 84,9 milhões de euros, uma quebra de 4,9% (4,4 milhões de euros) relativamente ao período homólogo.

Na Europa, apenas Londres encerrou a sessão em terreno positivo, a ganhar ligeiros 0,3%. Madrid caiu 1,4%, Milão depreciou 0,99%, Frankfurt perdeu 0,95% e Paris desceu 0,89%.