O PSI-20 encerrou a sessão a ganhar 1,38% para os 4.892,83 pontos, em contraciclo com as pares europeias, que fecharam a negociação abaixo da linha de água.

Destaque para a Jerónimo Martins, que trepou 9,4% para os 9,45 euros. Seguiu-se a Sonae, que somou 5,8%, nos 1,11 euros por ação.

No setor da banca, o BCP apreciou 1,7%, com as ações a manterem a cotação de 0,07 euros. Já o BPI inverteu a tendência e desceu 1,7%, para os 0,88 euros.

O setor da energia pressionou o índice: a EDP derrapou 1,3%, para os 3,23 euros, enquanto a Galp deslizou 1,7%, nos 7,92 euros por título.

A PT, que chegou a ganhar 17% na sessão de ontem, encerrou a perder 1,4%, com cada ação a valer 0,69 euros.

A Mota-Engil liderou as perdas, ao tombar 2,7%, para os 2,76 euros por ação.

Na Europa, tudo no vermelho: Frankfurt desceu 0,9%, Madrid perdeu 1,1%, Paris deslizou 1,6% e Londres depreciou 2,2%.