O PSI-20 abriu a tombar mais de 4% e assim continua, a depreciar 4,42% nos 5.054,49 pontos e a liderar as quedas na Europa com todas as cotadas no vermelho.

A liderar as quedas, a Impresa tomba 9,1%, para os 0,67 euros.

Segue-se o setor da banca, com o BCP a derrapar 7,3%, com os títulos a cotar a 0,06 euros. O BPI desliza 5,7%, nos 0,91 euros por ação.

No setor das Telecom, a Pharol cai 6,5%, nos 0,25 euros. A Nos perde 4,8%, com as ações a valer 7,08 euros.
A que menos cai é a Teixeira Duarte, que deprecia 1%, com os títulos a cotar a 0,49 euros.

Na Europa o cenário é idêntico, com as praças financeiras arrastadas pelas forte quedas no mercado asiático. Xangai perde mais de 8%, com receio de que as medidas do governo não sejam suficientes para combater o abrandamento da economia.

Milão desce 3,9%, Frankfurt recua quase 3%, Londres cai 2,8%, Paris cai 2,7% e Madrid desce 2,6%.