O PSI-20 abriu a sessão em queda e segue a perder 1,02% nos 5.757,25 pontos, uma vez mais pressionado pelo setor da banca.

O BCP perde 0,97% para os 0,10 euros, mas já esteve a perder mais de 2%. O BPI, que também já esteve a cair mais de 3%, recuperou entretanto e sobe agora 1,3% para 1,39 euros. O setor da banca continua a ressentir-se do caso BES. Ontem soube-se que a banca propõe financiar o Fundo de Resolução em 635 milhões de euros, para reduzir o empréstimo sem risco de 4,4 mil milhões de euros do Estado, proveniente do fundo de recapitalização, para 3,9 mil milhões de euros.

Recorde-se ainda que esta terça-feira a Euronext Lisbon decidiu expulsar o BES do PSI-20, com efeitos a partir de segunda-feira. Os títulos saem de bolsa a valer zero.

A PT também desce 1,96%, nos 1,50 euros por ação, no dia em que a brasileira Oi confirmou a saída de Zeinal Bava da presidência do conselho de administração da PT Portugal, para se dedicar em exclusivo à Oi. A brasileira apresenta hoje resultados relativos ao primeiro semestre do ano.

Também em queda, os CTT tombam 2,2%, fixando o preço das ações em 7,76 euros.

Na Europa, as principais praças negoceiam em terreno negativo, com Frankfurt a liderar as quedas, ao perder 1,2%. Londres cai 0,7% e Paris, Madrid e Milão descem 0,4%.