[Atualizada]

Já começou a emissão de dívida pública portuguesa a cinco anos, com uma procura que ronda os 5 mil milhões de euros, segundo a Reuters.

O valor da procura já assegurada é o dobro do montante indicativo, que é de 2 a 2,5 mil milhões de euros.

De acordo com fontes do mercado citadas pela Reuters, o spread deverá situar-se nos 330 pontos base, abaixo da última emissão a 5 anos.

A este valor soma-se à taxa de juro de referência do mercado, que é de 1,275%. Contas feitas, a taxa de juro da emissão deverá rondar os 4,6%.

Os bancos que lideram esta operação são a Caixa Banco Investimento, Barclays, Goldman Sachs, HSBC, Morgan Stanley e Societé Generale.