Pequim interveio no mercado e comprou ações das maiores empresas cotadas em bolsa, segundo a Bloomberg. São as chamadas ações “blue chip” (fichas azuis), um termo que tem a sua origem nos casinos, aplica-se às fichas mais valiosas e é um termo empregado nos mercados acionistas para designar ações de grandes e valiosas empresas cotadas em bolsa.

Segundo a agência, que cita fonte não identificada, a China quer que o mercado bolsista estabilize antes da parada militar marcada para 3 de setembro, que celebra a vitória contra o Japão na Segunda Guerra Mundial.

A Bolsa de Xangai encerrou a sessão desta quinta-feira em forte alta, a ganhar 5,4%, alcançando o melhor resultado desde o início de julho. Mas esteve a perder durante boa parte da sessão.

Tinha encerrado em queda no dia anterior, apesar do banco central chinês ter anunciado medidas para acalmar o pânico dos investidores, como a descida das taxas de juro, cujo corte é o 5º desde novembro.