A agência de notação financeira Moody's anunciou hoje a manutenção da nota da dívida francesa em Aa1, o segundo melhor nível da sua escala, mas exprimiu o seu ceticismo quanto ao sucesso das reformas do Presidente François Hollande.

O ministro da Economia francês, Pierre Moscovici, manifestou-se satisfeito com a decisão.

A Moody's continua a considerar «negativa» a perspetiva da notação francesa, deixando entender que admite descê-la a médio prazo.