O PSI-20 inverteu a tendência e já tomba 3,9%, para os 4.881,37 pontos, a reboque das pares europeias, que estão a afundar mais de 2%. Os investidores estão com receios relacionados com a economia, e as vendas das ações dispararam.

Em Lisboa as cotadas estão todas no vermelho, e a menor queda é da Jerónimo Martins, de 1,1%. Dez das cotadas perdem mesmo mais de 5%.

A Mota-Engil é a que mais afunda, 11,2%, nos 3,39 euros. Os CTT perdem 7,6%, pra os 6,45 euros por ação.

No setor da banca, as perdas vão além dos 5%: o BPI deprecia 5,6%, com os títulos a valer 1,32 euros. Já o BCP tomba 5m,2%, com cada título a valer 0,08 euros.

No setor da energia, a Galp perde 3,4%, fixando o preço das ações em 10,74 euros. Já a EDP perde 2,2%, nos 3,15 euros por ação.

Na Europa, o cenário não é mais animador: Madrid derrapa 4,7%, Milão cai 3,5%, Paris desce 2,8%, Frankfurt cai 2,5% e Londres perde 2,1%.