O índice de referência nacional PSI20 fechou a subir 0,08%, impulsionado pelos ganhos das energéticas, nomeadamente da Galp Energia que apresentou dados operacionais sólidos no primeiro trimestre, face a uma Europa indefinida, com os investidores sem apetite pelo risco após dados desapontantes vindos da China.

As exportações chinesas tiveram uma queda inesperada de 15% em Março, quando os economistas tinham previsto um aumento de 12%.

O índice pan-europeu FTSEurofirst 300, que fixou máximos de 15 anos na passada sexta-feira, fechou a subir uns ligeiros 0,13%.

A bolsa do Reino Unido fechou a perder 0,36% e a de Frankfurt 0,29%. De resto, Paris avançou 0,26%, Milão trepou 0,55% e Madrid ganhou 1%.

A bolsa grega esteve hoje encerrada devido a feriado, mas os investidores continuam cautelosos quanto ao futuro do país na Zona Euro.

O vice-presidente da Comissão Europeia, Valdis Dombrovskis, disse hoje, em entrevista à Reuters, que a Grécia não está a ser suficientemente rápida no desenho e implementação das reformas estruturais e que o tempo está a escassear.

«As conversações são muito complicadas. O tempo está a esgotar-se», disse Dombrovskis. «A Grécia deve apresentar uma lista de reformas ambiciosas, em linha com o seu programa de resgate, e começar também a implementá-las».

O país corre o risco de entrar em bancarrota caso não chegue a acordo com os credores europeus sobre as reformas a implementar e não consiga desbloquear a tranche de financiamento adicional.

Os mercados norte-americanos seguem em alta ligeira.