A Bolsa de Lisboa conseguiu inverter a tendência negativa da abertura e segue a crescer 0,29%, para os 5.965,62 pontos, ganhos que estão a ser suportados pelo setor da banca, EDP e PT.

As maiores subidas pertencem ao BPI, que cresce 2,4%, fixando o preço das ações em 1,52 euros, seguido pelo BCP, que trepa 1,99%, com cada ação a valer 0.11 euros.

A EDP ganha 0,8% nos 3,60 euros, subida que a queda ligeira de 0,1% da Galp Energia não anula.

Já a Portugal Telecom soma 0,7%, nos 1,66 euros.

No vermelho, destaque para os CTT, que perdem 0,7%, para os 7,66 euros por ação. Também a Jerónimo Martins desce 0,4%, nos 10,36 euros por ação.

Na Europa, a tendência é agora indefinida, depois de uma abertura marcada por quedas ligeiras. Os investidores aguardam por novidades do Banco Central Europeu, nomeadamente para saber se irá haver mais estímulos à economia europeia e a haver, de que forma.