O principal índice da bolsa portuguesa (PSI20) encerrou a sessão desta quarta-feira a crescer 0,22% para 6.722,59 pontos, acompanhando a tendência positiva da maioria das praças acionistas europeias de referência.

Das 20 cotadas no PSI20, 15 valorizaram e cinco fecharam o dia no vermelho.

No resto da Europa, os ganhos variaram entre os 0,01% de Paris e os 0,21% de Madrid. Frankfurt contrariou os ganhos das suas congéneres europeias, encerrando a cair 0,13%.

Em Lisboa, a Cofina registou a maior subida, avançando quase 5% para 0,637 euros.

Já os títulos da banca voltaram a estar entre o grupo com melhor desempenho, com o BPI a ganhar 1,46% para 1,527 euros, o BCP a somar 1,22% para 0,183 euros, o BES a progredir 1,01% para 1,105 euros, o Banif a crescer 0,85% para 0,0118 euros.

Em sentido inverso, o Espírito Santo Financial Group desceu 1,46% para 4,917 euros, naquela que foi a maior queda do dia.

Entre os pesos pesados, nota para as subidas da Jerónimo Martins e da EDP, e para os recuos da Galp e da Portugal Telecom. A retalhista valorizou 0,55% para 12,805 euros e a energética cresceu 0,36% para 2,772 euros, ao passo que a petrolífera caiu 0,45% para 11,15 euros e a operadora de telecomunicações baixou 1,11% para 3,203 euros.