O PSI-20 encerrou a sessão a perder 1,59% para os 5.193,11 euros. A maior perda foi mesmo para o setor da banca: o BCP tombou quase 9%, para os 0,06 euros por ação. Já o BPI desceu 3,4%, com os títulos a cotar a 0,88 euros.

Também a PT SGPS engrossou a lista de perdas, ao cair 8,8%, para os 70 cêntimos.

A Mota-Engil desceu quase 3%, para os 2,79 euros.

No setor da energia, a Galp deslizou 1,8% para os 9,43 euros, a acompanhar a tendência de queda nos mercados internacionais. O barril de Brent, de referência para a Europa, está a cair quase 0,8%, para os 49,21 dólares.

A EDP depreciou 1,4%, para os 3,48 euros.

Na Europa, o dia também foi de quedas: além da bolsa de Atenas ter fechado a tombar quase 10%, as bolsas europeias replicaram os receios quanto ao futuro económico do país. O setor da banca tem sido afetado por receios de que o Banco Central Europeu possa «fechar a torneira» aos bancos gregos, se não cumprirem o acordado com a troika.

Frankfurt foi a única praça que destoou, ao ganhar 0,6%. Madrid deslizou 1,2%, Milão desceu 0,8%, Paris deslizou 0.3% e Londres caiu 0,01%.