O PSI-20 abriu a sessão no vermelho e segue a cair 0,16% nos 5.578,35 pontos, numa Europa sem tendência definida.
 
A pressionar o índice está o BPI, que recua 1,7%, para os 1,37 euros, com a tomada de mais-valias depois de ontem a cotada ter subido mais de 5% e ter encerrado a sessão a ganhar mais do que a contrapartida de 1,329 euros oferecida pelo CaixaBank no âmbito da OPA. O pedido de registo da oferta foi realizado ontem à CMVM.
 
Destaque também para a Teixeira Duarte, que cai 1,3%, nos 0,79 euros.
 
No setor da energia, a EDP desliza 0,9%, com cada título a cotar a 3,45 euros, enquanto a Galp cai 0,7%, para os 10,50 euros por ação.
 
No setor das telecoms, a PT desce 0,6%, para os 0,698 euros por ação. Já a NOS sobe 0,5%, com cada ação a valer 5,79 euros.
 
A cotada apresentou ontem resultados relativos a 2014, que dão conta de uma subida dos lucros em quase 18%, para 74,7 milhões de euros.
 
Também no verde e a travar maiores quedas do índice está o BCP, ao subir 0,5%, mantendo-se as ações a cotar a 0,08 euros.
 
Na Europa, os investidores aguardam dados sobre o clima económico e a confiança dos consumidores, enquanto as praças oscilam entre ganhos e perdas: Madrid cai 0,4%, Londres desce 0,2% e Frankfurt desliza 0,04%. No verde, Milão e Paris sobem 0,1%.