O Tesouro espanhol colocou esta quinta-feira 3.218 milhões de euros, acima do montante previsto, em dívida a três e cinco anos a juros inferiores aos pagos nos anteriores leilões, de julho.

Em Portugal, juros da dívida descem a dois e dez anos

Dos 3.218 milhões de euros colocados, 951 milhões de euros foram colocados em títulos a três anos a um juro de 2,656%, abaixo dos 2,794% pagos no leilão para esta maturidade, a 18 de julho.

Os outros 2.267 milhões de euros foram colocados em dívida a cinco anos a um juro de 3,589%, também abaixo dos 3,768% pagos no anterior leilão para este prazo.

O rácio de cobertura, proporção entre a procura e o montante colocado, foi de 2,2 vezes.

O Tesouro tinha anunciado que ia tentar colocar até 3.000 milhões de euros a três e cinco anos.