Os juros da dívida soberana de Portugal estavam a descer em todos os prazos, renovando mínimos a dois e cinco anos, em dia de emissões na Grécia, Espanha e Alemanha.

Grécia coloca 3.000 ME na primeira ida ao mercado em 4 anos

Os juros a dois anos estavam cair, renovando mínimos de sempre, para 1,145%, abaixo dos 1,163% de quarta-feira.

Na maturidade dos cinco anos, os juros estavam a descer para 2,564%, um mínimo desde meados de 2005, depois de terem terminado na sessão anterior nos 2,602%.

No prazo de 10 anos, os juros estavam também a descer dos 3,902% para os 3,874%.

Os juros da dívida soberana da Irlanda estavam também a cair em todos os prazos.

Dublin terminou oficialmente, a 15 de dezembro passado, o programa de ajustamento solicitado em 2010 à União Europeia e ao Fundo Monetário Internacional (FMI).

No mercado de dívida, os investidores acompanharão durante a manhã de hoje o regresso da Grécia aos mercados, dois anos após a reestruturação da sua dívida, naquela que será a primeira emissão de obrigações em quatro anos.

Espanha e a Alemanha realizarão também emissões de dívida.