Os juros da dívida pública nacional estão em queda esta quinta-feira, reagindo ainda à notícia de que a economia portuguesa saiu da recessão no segundo trimestre deste ano, após dez trimestres em contração.

No prazo a 10 anos, que serve de referência para o mercado, os juros das obrigações do Tesouro (OT) estão nos 6,426%, uma queda de 12 pontos base face aos 6,548% registados ontem à tarde. É o valor mais baixo desde o início do mês.

Já nas OT a 5 anos, a taxa de juro no mercado secundário está a baixar quase 8 pontos base para 5,986%, face aos 6,06% do fecho de ontem. Já atingiu o mínimo desde final de junho.

Os analistas citados pela Reuters dizem que as obrigações soberanas portuguesas estão a «vender bem», e atribuem a melhoria nos juros aos dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) conhecidos ontem, que revelam um crescimento em cadeia de 1,1% do Produto Interno Bruto (PIB).

O valor ficou muito acima do que os economistas esperavam, já que a maioria apontava para uma recuperação entre 0,3 e 0,6%.

O crescimento nacional foi ainda o maior entre todos os Estados-membros da União Europeia, segundo dados revelados também ontem pelo Eurostat.