O Tesouro italiano colocou esta segunda-feira 8.194,901 milhões de euros em títulos de dívida a três, sete e 15 anos, a taxas de juro mínimas de sempre, foi anunciado.

Segundo um comunicado do organismo italiano, da emissão de títulos a três anos, o Estado italiano colocou a oferta máxima prevista de 4.000 milhões de euros a uma taxa de juro de 1,5%, menos 0,29 pontos percentuais que a paga na emissão anterior de 13 de novembro.

A procura para a emissão a três anos foi 1,38 vezes superior ao montante colocado, inferior à verificada no leilão anterior, no qual foi 1,8 vezes superior.

No prazo de sete anos, o Tesouro italiano colocou 2.500 milhões de euros a um juro de 3,75%. A procura foi 1,38 vezes superior ao montante colocado e para este prazo, o Tesouro italiano não comunicou a taxa praticada no leilão anterior.

Na emissão a 15 anos, o Tesouro italiano apenas colocou 1.694 milhões de euros da oferta máxima de 1.750 milhões de euros a uma taxa de juro de 4,75%, menos 0,33 pontos percentuais que a paga no anterior leilão para esta maturidade em outubro.