A Irlanda reforçou hoje o seu regresso aos mercados com uma emissão de dívida a dez anos no valor de 1000 milhões de euros, pagando o juro mais baixo de sempre no primeiro leilão desde setembro de 2010.

A Agência Nacional de Gestão do Tesouro, sediada em Dublin, vendeu as obrigações a dez anos com uma taxa de juro de 2,967%, a mais baixa de sempre num leilão de dívida com esta maturidade, com a procura a exceder a oferta 2,9 vezes.

A Irlanda foi o primeiro país da zona euro a concluir o plano de assistência financeira, em dezembro do ano passado, recuperando a confiança na recuperação do país após a crise dos últimos quatro anos.

Os investidores estão a regressar aos mercados que evitaram durante a crise da dívida, fazendo com que a taxa de juro média das obrigações da Grécia, Irlanda, Itália, Portugal e Espanha descesse para 2,438%, a mais baixa da história destes países, segundo dados do Bank of America Merrill Lynch, citados pela Bloomberg.