Irlanda vai sair do programa de assistência da troika em dezembro sem necessitar de programa cautelar.

»Após uma avaliação cuidadosa e completa de todas as opções disponíveis, o governo irlandês decidiu hoje que a Irlanda deixará o programa de assistência da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional (FMI) em dezembro sem recorrer a um programa cautelar», refere um comunicado do Departamento das Finanças.

Depois de ter estado sob um programa de assistência da troika durante três anos, o país vai agora regressar aos mercados sem qualquer ajuda externa.

A decisão foi anunciada antes do início da reunião dos ministros das Finanças da zona euro, marcada para esta tarde.