O PSI-20 encerrou a sessão a perder 1,1% nos 5.872,98 pontos, em linha com as quedas das principais praças
europeias. O impasse entre a Grécia e os credores continua a deixar os investidores nervosos, quando se aproxima o prazo limite para o reembolso de 300 milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional, já esta sexta-feira.

Destaque para a PT, que tombou 3,4%, para os 0,48 euros, uma tendência verificada nos últimos dias,
Também a Portucel esteve entre as cotadas que mais caiu, 3,4%, para os 3,69 euros.

No setor da banca, houve tomada de mais-valias: o BPI caiu 2,1%, com os títulos a cotar a 1,40 euros. O BPP derrapou 1,8%, mantendo o preço das ações em 0,09 euros.

Também a Galp desceu 1,6%, nos 10,66 euros.

No verde, destaque para a EDP renováveis, que subiu 1,4%, nos 6,69n euros por ação. A Teixeira Duarte liderou as subidas, o ganhar 2,1%, para os 0,62 euros.

Na Europa, a tónica foi negativa: Milão desceu 1,2%, Londres cai 1,1%, Madrid caiu 0,98%, Paris deslizou 0,93% e Frankfurt depreciou 0,5%.