O Governo autorizou esta segunda-feira o IGCP ¿ Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública a emitir este ano Obrigações do Tesouro até ao limite de 15 mil milhões de euros, segundo um diploma hoje publicado.

A resolução do conselho de ministros autoriza ainda a emissão de bilhetes de tesouro até ao limite de 20 mil milhões de euros, e de certificados de aforro até três mil milhões de euros.

A agência liderada por João Moreira Rato é também autorizada a contrair «dívida pública flutuante» para «satisfação de necessidades transitórias de tesouraria», até ao limite de 40 mil milhões de euros e outra dívida pública «fundada» no valor máximo de 15 mil milhões de euros.

No dia da aprovação da resolução pelo conselho de ministros, o Ministro da Presidência, Luís Marques Guedes explicou que estas autorizações de emissão de divida visam «criar condições para que a IGCP proceda desde o início do ano à gestão adequada de dívida pública em 2014».