O índice nacional de referência sobe 0,33%, suportado pelos ganhos da EDP e da retalhista Sonae, numa sessão em que as principais pares europeias registam seguem em terreno negativo, segundo analistas.

As ações da EDP ganham 0,71%. Segundo a Reuters, o Citi subiu a recomendação da 'utility' para 'Neutral' de 'Sell', e o preço-alvo em 10%, realçando que a cotação nos últimos seis meses não tem refletido os fortes desempenhos das subsidiárias para as renováveis e o mercado brasileiro.

Esta casa de investimento aumentou o preço-alvo da 'utility' para 3,30 euros, face aos anteriores 3 euros e à cotação atual de 3,25 euros.

"Nos últimos seis meses, a cotação das ações da EDP não tem conseguido refletir a performance sólida da subsidiárias EDP Renováveis e EDP Energias do Brasil," referiu, numa nota de research.

A EDPR sobe 0,20% para 7,173 euros.

Os títulos da Sonae ganham 1,84%. A maior retalhista portuguesa anunciou esta manhã que concluiu uma operação de 'sale & leaseback' no valor de 164 milhões de euros (ME) relativa a 12 ativos de retalho alimentar, no âmbito do plano de monetizar ativos imobiliários.

Na banca, o BPI avança 0,20% e o Millennium bcp sobe 1,54%.

O BCP apresenta resultados de 2015 após o fecho do mercado.

Pela negativa, a NOS 1,33% e a Jerónimo Martins desce 0,43% para 12,79 euros.

O HSBC cortou o preço-alvo da retalhista para 14,5 euros de 15 euros por ação, enquanto o Goldman Sachs subiu a recomendação para 'Buy', aumento o 'target' em mais de 30% para 15 euros de 11,4 euros.

Na Europa o cenário misto da abertura deu lugar a um sentimento mais negativo, com o Eurofirst300 a cair 0,6%, com Paris e Londres a perderem perto de 0,9%.

No mercado de dívida, a 'yield' das Obrigações do Tesouro (OT) portuguesas a 10 anos cai sobe 2 pontos base (pb) para 2,704pct, numa sessão de variações ligeiras entre as pares da zona euro.

O preço do barril de Brent recua 0,69% para 35,72 dólares, pressionado por dados fracos da produção industrial na China, que em Janeiro teve a maior queda em três anos e meio.