O PSI-20 abriu a sessão em alta e segue a ganhar 0,85% para 5.257,85 pontos, em linha com as principais praças europeias, que denotam algum alívio face às notícias mais recentes que chegam da Grécia.

O Governo de Atenas deixou cair o pedido de eliminação da sua dívida externa e avançou com a proposta de substituir a sua dívida por obrigações ligadas ao crescimento do produto interno bruto.

Milão e Madrid ganham 1,1%, Paris e Londres sobem 0,7% e Frankfurt avança 0,6%.

Por cá, a cotada que mais sobe é a Galp, que trepa 2,1% para os 9,99 euros, em linha com a subida do preço do petróleo nos mercados internacionais. O barril de Brent, de referência para a Europa, sobe 1,1%, nos 55,37 dólares. É a quarta subida consecutiva do preço do crude.

Também o BCP avança 1,5%, com cada título a cotar a seis cêntimos, no rescaldo da apresentação de resultados do banco que apresentou prejuízos de 218 milhões de euros em 2014. Já esta manhã o Deutsche Bank cortou o preço alvo do banco para 0,06 euros por ação, baixando a recomendação para 'Hold'.

Destaque ainda para a Jerónimo Martins, que ganha 1,3% para os 10,24 euros. A PT sobe 0,9%, com as ações a valer 66 cêntimos.