A Galp Energia registou lucros ajustados de 490 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano, um aumento de 254 milhões   (+107,6%) face ao período homólogo de 2014.

De acordo com o comunicado da empresa enviado à Comissão de Mercado e Valores Mobiliários, esta subida foi suportada por um forte aumento nas margens de refinação e aumento de produção no Brasil.

Os custos operacionais totalizaram 10.851 milhões, menos 13% do que no período homólogo, consequência da redução de 16% do custo das mercadorias vendidas e matérias consumidas.

A dívida líquida diminuiu 133 milhões, influenciada pela geração de cash flow das atividades operacionais de 1.414 milhões e pelo recebimento de cerca de 180 milhões relativo ao empréstimo concedido à Sinopec.

No terceiro trimestre o lucro ajustado subiu 49% para 180 milhões de euros no terceiro trimestre de 2015, mais do que previsto pelos analistas.

Entre Julho e Setembro o EBITDA ajustado subiu 8,6% face ao período homólogo para 411 milhões de euros.