O Banco Comercial Português (BCP) anunciou esta segunda-feira que a agência de notação financeira Fitch reviu em alta as avaliações da dívida subordinada e das ações preferenciais após o aumento de capital de 2,25 mil milhões de euros.

A Fitch passou, na sexta-feira, a notação de dívida subordinada ¿Lower Tier 2¿ [dívida subordinada de longo prazo] de 'B-' para 'B+' e reviu igualmente em alta da notação de ações preferenciais de 'CC' para 'B-'.

A avaliação de viabilidade do banco (na qual a Fitch analisa a credibilidade de um emitente) passou, por sua vez, de 'b' para 'b-'.

De acordo com a Fitch, refere a nota do BCP enviada hoje de manhã à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a atual alteração reflete essencialmente o impacto do anúncio do aumento de capital de 2,25 mil milhões de euros e já totalmente subscrito.

A operação, de acordo com a agência de notação, «reforça a posição de capital ¿core¿ do BCP e os progressos adicionais na execução do seu plano de reestruturação».