A agência de notação financeira Fitch manteve hoje a avaliação atribuída à EDP em BBB-, sob Rating Watch Negative (um tipo de perspetiva negativa que indica potencial corte), situação em que se encontra desde julho de 2013.

Em comunicado, a agência de notação financeira lembrou que colocou a EDP sob vigilância negativa na sequência de novas regras regulatórias em Espanha que afetavam a remuneração do setor energético.

«Esperamos a resolução da vigilância assim que a estratégia atualizada estiver disponível e à luz das ações de gestão para lidarem com a nova regulação e o panorama do mercado», referiu a Fitch.

A agência recordou que o EBITDA (resultado antes de juros, impostos, amortizações e depreciações) da EDP sofreu um impacto negativo das alterações regulatórias em Portugal e Espanha e dos «movimentos adversos da divisa externa do real brasileiro», mas que, ainda assim, a empresa conseguiu que o indicador se mantivesse estável.

A EDP fechou o ano passado com lucros atribuíveis aos acionistas de 1.005 milhões de euros, menos 0,7% do que em 2012.

A agência de notação financeira Fitch anunciou, na semana passada, que atualizou a perspetiva de Portugal de negativa para positiva, mantendo o rating de crédito do país em BB+.

A Fitch justificou a medida como base nos esforços orçamentais acordados por Lisboa e na recuperação geral da economia.