O euro deslizou para mínimos de nove anos, a valer menos de 1,20 dólares. Os investidores acreditam que o Banco Central Europeu irá avançar em breve compra de dívida pública (quantitative easing), para estimular a economia.

A moeda europeia caiu 1,2% para 1,186 dólares, em mínimos de março de 2006. Para além das esperadas medidas do BCE, a instabilidade política na Grécia também está a pressionar a moeda única.

Recorde-se que o BCE continua a manter a taxa de juro diretora no mínimo histórico de 0,05% e já comprou dívida de algumas empresas privadas.

Na passada sexta-feira, o presidente da instituição, Mario Draghi, assumiu que o banco central deverá, em breve, começar a comprar dívida pública soberana, com o objetivo de injetar dinheiro no sistema bancário, de nodo a fazer subir os preços e estimular a economia.