Os Estados Unidos América prolongaram por um ano um conjunto de incentivos fiscais para o sector eólico para ativos que iniciaram construção e que abrange investimentos da EDP Renováveis, anunciou a empresa.

Em comunicado à reguladora de mercado, a EDPR adiantou que a nova lei, tax increase prevenction act of 2014, permite que os projetos eólicos que iniciem construção até 1 de Janeiro de 2015 sejam elegíveis para um programa de 10 anos de créditos fiscais.

«Antes desta extensão, os production tax credits estavam disponíveis para projetos de energia eólica cuja construção tivesse iniciado até 1 de Janeiro de 2014», referiu a EDPR.

Existe também a possibilidade de optar por um crédito fiscal no montante de 30% do investimento inicial.

O plano de negócios da EDPR para 2014-2017 prevê um crescimento de 2 Gigawatts de capacidade no período, dos quais 60% nos Estados Unidos.

As ações da EDPR seguem a avançar 1,3% para 5,53 euros.