As bolsas em Wall Street estão esta quarta-feira a negociar no vermelho, influenciadas pelo dececionante número de empregos criados pelo setor privado nos Estados Unidos no mês de março, nota a Lusa.

Pelas 15:10 em Lisboa, o Dow Jones Industrial caía 0,86% para 17.624,95 pontos, enquanto o Standard & Poor’s recuava 0,85% para 2.050,31 pontos.

Também o índice tecnológico Nasdaq quebrava 0,87% para 4.858,11 pontos.

Os dados sobre a criação de emprego pelo setor privado nos Estados Unidos em março «foram dececionantes», segundo analistas citados pela agência de informação financeira Bloomberg.

O setor privado criou 189.000 empregos no mês de março, número que ficou abaixo da previsão dos analistas que apontava para 225.000 novos postos de trabalho, de acordo com o inquérito do instituto norte-americano ADP hoje divulgado.

O número de empregos líquido criados nos Estados Unidos em março foi o mais baixo desde janeiro de 2014, quando foram criados 157.000 empregos.

Neste momento, as principais bolsas europeias seguem a valorizar.