A Comissão de Mercado e Valores Mobiliários está a avaliar se a PT SGPS necessita de prestar informação adicional além dos dados que foram revelados ao mercado sobre a venda da PT Portugal à Altice e a situação com a Oi, adianta o Diário Económico.

O regulador tinha pedido ao conselho de administração da PT SGPS para que divulgasse mais informações para que os acionistas pudessem votar a venda à Altice na reunião magna, que acabou por ser adiada para dia 22.

A nova informação não deverá ser suficiente para alterar a visão dos acionistas sobre as vantagens de avançar com o negócio. Aliás, o board da PT SGPS defende que adiar a venda mantém as incertezas em relação ao futuro da empresa, o que acaba por limitar as opções estratégicas.

A venda da operação da Oi deve mesmo avançar, apesar das polémicas e da tese de que é possível reverter a fusão da PT e da Oi.