O regulador do mercado chinês decidiu suspender a nova regra que permite parar a negociação bolsista se as praças financeiras caírem mais de 5%.

A medida entrou em vigor esta semana e hoje foi a segunda sessão em que os mercados deixaram de negociar por causa de quedas de 7%.

A regra dizia que se as quedas forem de 5%, a negociação é suspensa durante 15 minutos. Caso a queda ultrapasse os 7%, a suspensão mantém-se toda a sessão.

A suspensão da medida do regulador foi bem recebida pelo mercado.